7 de dez de 2011

O "CRISTÃO" E A TECNOLOGIA

Como você tem usado a tecnologia disponível à suas mãos???
...
Estamos vivendo a era do celular, da internet e suas redes sociais... É época da exposição dos nossos sentimentos e das nossas opiniões... É época do conhecimento acessível.

Mais será que toda essa tecnologia tem nos aproximado ou nos distanciado de DEUS e das pessoas???
...
Li uma frase interessante no “Facebook”: 
Quer falar ilimitado???          Vai à casa dele(a)...
Reflexão.....?????.....!!!!!.....$&£¢#@%§*

E quanto ao conteúdo que acessamos na internet. Será que estamos honrando a DEUS com o que vemos???
Quanto tempo temos perdido nos bate-papo e redes sociais???
...
Um grande amigo me disse que se você perder “duas horas” com futilidades, você tem que dedicar pelo menos este tempo às coisa de DEUS...
Reflexão............????????????......!!!.......@#%£¢...  Eu concordo...
Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.
2 Timóteo 2:15


E o que você tem publicado nas redes sociais???
Você tem usado esta ferramenta pra evangelizar???
A igreja que sou membro tem como lema: Jesus, em todos os lugares, de todas as formas...
Então porque não usar essa ferramenta para alcançar vidas?...

Infelizmente vejo poucos “cristãos” publicando coisas que valem a pena...
O que mais tenho visto é: apologia a bandas do mundo, piadas maliciosas, pensamentos nefastos, discussões tolas, desabafos descontrolados, etc...
Vejo pessoas se posicionando como contra ou a favor de coisas que nem sabem ao certo o que significa ou representa...

Isso tudo sem falar no futebol né...
Virou moda “cristãos” se esconderem atrás de times de futebol para poder despejar sua raiva e desrespeitar torcedores de outros times....

Mais apesar de tudo isso eu (ainda) gosto das redes sociais, porque também tem coisas interessantes e engraçadas... #fato
Não devemos parar de nos divertir e muito menos nos tornar religiosos...
Porém, eu acho que devemos prestar mais atenção naquilo que compartilhamos, lembrando sempre que somos (ou deveríamos ser) imitadores de Cristo...
Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm.
OK?